terça-feira, julho 26, 2005

Férias

O Batalha Final encerra por 15 dias.Até breve...

16 Comentários:

Blogger Vitor Manuel disse...

Boas férias.

3:16 da tarde  
Anonymous Mendo Ramires disse...

Depois de tão importante e vasta produção intelectual, tem o Rebatet todo o direito de gozar umas boas férias.
Descanse, divirta-se e volte depressa; pois, a blogosfera lusitana necessita dos seus textos como de pão para a boca.
Não tendo tido, ainda, a subida honra de o conhecer, permita-me, no entanto, daqui lhe enviar:

Um forte abraço e
altas saudações nacionalistas,
Mendo Ramires

5:24 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Boas férias!

NC

6:37 da tarde  
Anonymous Å disse...

Bom descanso.
;)

9:26 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Estamos a contar os dias.

Nuno Neves (CI)

9:49 da tarde  
Blogger Suevo disse...

Ve lá se não ficas preto :)

4:21 da manhã  
Blogger BastonadasNacionais disse...

Boas Férias Rebatet!!!

9:30 da manhã  
Blogger Caturo disse...

Força nisso (nas férias).

8:43 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Á exactamente 60 anos, um grupo de bestas sub-humanas decidiu QUEIMAR VIVOS mais de 120000 seres humanos!

No ataque mais cobarde da toda a historia da humanidade!
Uma bomba atómica foi lançada sobre a população CIVIL de um cidade Japonesa (Hiroshima)!

Auto proclamaram-se estes crimonosos: libertadores! Justificaram-se e continuam-se a justificar com argumentos cínicos e FALSOS. Estes HOMICIDAS CRIMINOSOS nunca foram julgados!

12:04 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Há nacionalistas que em nome do legado comum europeu e da defesa comum da Europa ainda pensam dizer sim à constituição europeia. Mas vejam o que a Comissão Europeia acaba de fazer: multar a Alemanha por proteger a Volkswagen (geradora de milhões de empregos europeus) contra takeovers hostis que a pudessem fazer cair nas garras de um grupo económico estrangeiro, concretamente árabe ou americano, para quem a VW é muito apetecível (e depois lá viriam as deslocalizações, e tal). A União Europeia está nas mãos dos nossos próprios inimigos e é a pior inimiga da própria Europa. A melhor maneira de lutar contra mais este instrumento da Globalização é relançar a força das Nações europeias e depois sim, sobre os escombros da UE lançar uma nova aliança. Custe o que custar! É a nossa Civilização que está em perigo por isso não importa os sacrifícios que a nossa geração tenha que fazer. Abaixo a UE! Não à Constituição Europeia! Para aqueles que deram louvores ao ex-"comissário Frits" por ter sido dos primeiros políticos de centro-esquerda europeus a proclamar a sua oposição à entrada da Turquia na UE, vejam agora o resultado dos seus esforços. Claro que como bom judeu que é o Frits é contra os islâmicos. Mas enquanto foi Comissário não descansou até prejudicar a Alemanha por estar a defender uma empresa e postos de trabalho não só seus mas também de toda a Europa. A bem da Globalização da economia, claro está, e de quem lucra com ela.

6:46 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

ja era tempo de voltar

12:20 da manhã  
Blogger acja disse...

Tá bem , já se passarm os 15 dias...q preguiça é essa?hehehe.Pareçe sindicalista de greve....rsrsrs

12:33 da tarde  
Anonymous Anonymuz disse...

Segundo informa em comunicado o PNR, o responsável desse partido no Porto, Carlos Branco, foi constituído arguido e encontra-se desde o passado dia 8 de Agosto sob Termo de Identidade e Residência por motivo de uma campanha que aquela distrital do partido promoveu em defesa do comércio tradicional português.
A campanha apelava ao “boicote ao comércio e produtos chineses”, e foi considerada «racista» pelo Alto Comissariado para a Imigração e Minorias Étnicas (ACIME), que apresentou queixa na Polícia Judiciária.
Ainda que nada venha a resultar do processo (para além dos incómodos pessoais, que não são poucos, que sempre terá de enfrentar quem tem necessariamente de se defender num processo por mais absurdo que ele seja) este acontecimento tem que ser considerado como da maior gravidade, e um passo decisivo na perversão política do direito penal: de ora em diante é provável que as oficinas do sistema recorram cada vez aos mecanismos processuais para silenciar e perseguir as opiniões que pretendem interditar.
Por este caminho, aquilo que traduz o essencial do debate político é desviado e falseado pelo recurso aos meios judiciais de repressão.

10:20 da tarde  
Blogger acja disse...

Como diria o Jardim ;São todos uns filhos da puta.

7:48 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Enjoyed a lot! »

3:57 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Keep up the good work video editing programs

6:24 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial