segunda-feira, janeiro 16, 2006

Em Roma nada de novo



«Desperta homem do terceiro milénio», proclamou o Papa, em Roma, durante a sua homilia de 25 de Dezembro.

Qual é, ou qual seria, então, esse «homem do terceiro milénio»? Ao menos no espírito de Bento XVI? Podemos ter uma ideia precisa tomando como referência a sua declaração ao novo embaixador de França na Santa Sé, que vinha entregar-lhe as suas cartas credenciais.« Deu aos franceses uma lição de integração»( Le Monde, 21 Dezembro de 2005).Bento XVI afirmou-se «perturbado pela recente crise dos subúrbios». A propósito da imigração o Papa convidava os franceses a «agradecer aos trabalhadores estrangeiros e às suas famílias» que muito fizeram pelo «enriquecimento» do país. É preciso, portanto, melhor acolhê-los porque são «cidadãos de pleno direito». E é preciso «tornar realidade(…) uma verdadeira cultura comum, portadora dos valores morais e espirituais fundamentais»

Uma «verdadeira cultura comum» entre católicos e muçulmanos? Este Papa já ouviu falar do Islão? E da jihad? Sabe quantos cristãos foram massacrados nestes últimos anos em África e na Ásia por recusarem submeter-se à lei de Alá? Ele sabe. O Vaticano está sempre bem informado. Não podemos pois atribuir à ingenuidade estas declarações desconcertantes.

Lamentamos muito pelos católicos tradicionalistas apegados à sua identidade, religiosa e étnica. Vivem um caminho de cruz permanente com tais “pastores”. Enquanto a sua Igreja naufraga, Bento XVI junta-se com aqueles que traem os povos europeus. Cava assim a sepultura de um mundo que deveria defender.

Mas é isto surpreendente? De um Papa a outro a Igreja católica revela-se incapaz de responder aos desafios do monoteísmo islâmico que ela considera em suma, em nome do delírio ecuménico, como uma religião irmã - enquanto os sectários de Maomé têm por única ambição submeter à sua lei tanto os cristãos como todos os outros “infiéis”.A bem ou a mal. A cegueira de Roma é tragicamente suicidária.

Quanto a nós, estendemos uma mão fraternal aos católicos tradicionalistas que querem, como nós, defender a sua terra, a sua família, a sua identidade. Estaremos lado a lado quando chegar a hora da Cruzada e da Reconquista.


Pierre Vial, presidente da "Terre et Peuple"

8 Comentários:

Anonymous JM disse...

Fabuloso este texto de Pierre Vial, uma figura de incontornável importância no movimento nacionalista na Europa, já que além de presidir a organização Identitária Terre et Peuple, é um dos individuos mais clarividentes, e com um já longongíssimo percurso político.

Este texto, poderá "assustar" ou até fazer alguma confusão nos nossos camaradas nacionalistas de confissão cristã e que ainda não se aperceberam que nem todos os cristãos são "irmãos", ou por outras palavras, não se aperceberam ainda da nefasta actuação que a Igreja Católica tem para com a Civilização Europeia, muito em particular desde o Concílio Vaticano II, marco histórico de um retorno às raízes igualitaristas e universalistas do Cristianismo,demonstrando, desde então, o seu desprezo pelas tradições e hábitos ancestrais daqueles que sempre foram fiéis ao culto do Nazareno, doando o seu sangue, suor e lágrimas, através de gestas memoráveis, para desde há 40 anos verem as altas hierarquias eclesiásticas, desesperadamente ávidas de novos crentes, apostarem no apoio declarado na vinda de mais e mais imigrantes para solo europeu, tornando-se assim, colaboracionistas objectivos da invasão e colonização da nossa Europa, e como tal, cumplíces activos no etnocídio do nosso povo.

Ora, Pierre Vial, homem de visão e de sentido analítico apurado, sabe perfeitamente que não sendo a Igreja católica, enquanto instituição, jamais um aliado na defesa e preservação da identidade europeia, percebe também que existem inumeros católicos tradicionalistas que não compreendem e aceitam o desprezo a que foram votados em detrimento dos "irmãos" imigrantes.

posto isso, o combate contra a obliteração da civilização europeia tem de ser feito em conjunto, ombro com ombro, entre pagãos e cristãos, e já agora, se me é permitido acrescentar, também com ateus.

Longa vida à Europa!

8:36 da tarde  
Blogger acja disse...

Amigo Rebatet, acho q gostaria de ver essa amostragem, não sei q site é esse, o achei nos meus acessos, mas creio q gostara de saber q é o blog mais acessado da blogosfera.:http://s3.shinystat.com/cgi-bin/shinystatv.cgi?USER=jorgeazevedocorreia&L=1&TIPO=2&VIEW=0

1:08 da manhã  
Blogger acja disse...

http://s3.shinystat.com/cgi-bin/shinystatv.cgi?USER=jorgeazevedocorreia&TIPO=2&REFERER=0&PAGINA=0&CERCA=&VIEW=0&L=1

1:10 da manhã  
Blogger Rodrigo Nunes disse...

Boa análise JM.

ACJA, não conheço esse site.Creio ser um local que contabiliza os acessos a cada blog. Mas isso não me interessa grande coisa, o meu blog não está inscrito em nenhum desses sítios.

5:30 da tarde  
Blogger F. Santos disse...

Será que o ex-cardeal Ratzinger já se esqueceu destas palavras?
http://santosdacasa.weblog.com.pt/arquivo/2005/05/sobre_a_europa.html

Alocução completa aqui:
http://www.senato.it/notizie/21359/21361/21363/27861/41958/genpagina.htm

6:03 da tarde  
Blogger acja disse...

Nem o meu Rodrigo, descobri-o por acaso.Achei q seria interessante para si.

7:53 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

"O amor tudo crê, suporta e espera..." (I Cor 13,1). Cruzada?! Deus ama o toda criação e criatura, independente de raça, religião e cultura. E não acredito que em pleno século XXI eu leio isso. A tradição deve acompanhar o Evalgelho e não o contrário. Manter um diálogo de paz não quer dizer professar a fé alheia e é por isso que João Paulo II e Bento XVI lutam. Jesus pede para que amemos nossos inimigos. Ele andou no meio de pecadores, conversou com eles, dialogou com eles e assim os converteu. Não na guerra e no orgulho. Aqueles que ainda não aderiram ao Cristo, são convidados a fazer de maneira pacífica e amorosa, assim como Jesus o fez. Lembrem-se de quando Jesus foi preso no Getsemani. Pedro quis lutar com o soldado e Jesus o impediu.
Queridos irmãos, leiam o Evangelho e reflitam à Luz de Cristo para que Ele os reconduza à Verdade, pois Ele é o Caminho a Verdade e a Vida.

Estarei Rezando por vocês,

Daniel

10:56 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Keep up the good work
» » »

6:44 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial